Membro Honorário da Ordem de Benemerência / Medalha de Mérito Desportivo / Medalha de Bons Serviços Desportivos

Medalha de Cultura Física da Câmara Municipal de Lisboa / Medalha de Prata da Fed. Port. Colect. Cultura e Recreio / Troféu Olímpico 1996

Cantapiano

Criado em 1996 por iniciativa de

Criado em 1996 por iniciativa de um grupo de ex-alunos da Casa Pia de Lisboa, o Coro integra o Ateneu Casapiano (Biblioteca Luz Soriano), vertente cultural do Casa Pia Atlético Clube, sendo contudo à Casa Pia que deve os apoios financeiro e logístico necessários ao desenvolvimento de um trabalho que procura honrar as tradições culturais da Instituição.

Embora constituído fundamentalmente por um núcleo de ex-alunos da Casa Pia e seus familiares, o Coro está sempre disponível para acolher todos os que, através da prática do canto coral e da quisição colectiva de conhecimentos musicais e tecnica vocal, pretendam desenvolver o gosto pelo canto em grupo e alargar as suas vivências com a arte dos sons.

Os objectivos do Coro Cantapiano são a prática e a divulgação da música coral de várias épocas, géneros e origens geográficas, com preferência pelas canções portuguesas seleccionadas entre o soberbo acervo da música tradicional.

Após a sua primeira apresentação pública (29-06-96) no Centro Cultural de Belém, o Coro realizou já mais de 30 concertos em instituições e localidades variadas. Destacamos:

- O concerto no Museu Nacional de Arte Antiga (Março de 97), durante a exposição evocativa do pintor Domingos Sequeira;

- Os realizados na Igreja do Sacramento, em Lisboa, e no Centro do Medicina e Reabilitação Física de Alcoitão, em 1988;

- Os recitais durante a XII Conferência Mundial da DBI, no Estoril, no Mosteiro de Cós (Alcobaça) e no Museu José Malhoa (Caldas da Rainha), em 1999;

- No Auditório Municipal Lurdes Norberto (Linda-a-Velha) e no Palácio da Independência (Lisboa), em 2000.

- Participou ainda na gravação do CD lançado em Julho de 2000, no âmbito das comemorações do 220º Aniversário da Casa Pia de Lisboa.

- Já em 2001 colaborou no recital de música e poesia que teve lugar na sede do Casa Pia Atlético Clube, no Largo Conde Barão, em 6 de Janeiro, e realizou um concero no Clube Sénior do Parque das Nações.

- Mais recentemente participou no Serão Musical realizado no Auditório Rainha Santa Isabel no Centro Cultural casapiano, por ocasião das celebrações do 221º Aniversário da CPL.

- Ainda no mesmo ano, iniciou um intercãmbio com o grupo coral catalão ESTEL, promovendo a sua visita a Lisboa para realização de um concerto na Sociedade Histórica da Independência de Portugal e de outro no Centro Cultural Casapiano, actuando este último como Coro anfitrião.

- O seu último concerto teve lugar no Auditório do Colégio S. João de Brito, integrado no 1º Encontro de Coros da Administração Pública, em 19 de Novembro de 2005.

Os objectivos do Cantapiano são a prática e a divulgação da música coral, dando preferência a canções portuguesas seleccionadas entre o soberbo manancial de criação genuína do povo, mas o Coro inclui também canções de outras origens, no seu repertório.

O caloroso acolhimento que tem recebido nos vários recitais já realizados, dos quais destacaremos, o da sua primeira apresentação pública no Grande Auditório do C.C.B., por ocasião do 216º Aniversário da Casa Pia de Lisboa, em Junho de 1996, o da Sessão Solene de Abertura do Ano Lectivo desta instituição, em Novembro de 1996, o Concerto realizado no Museu de Arte Antiga, durante a exposição dedicada ao pintor casapiano Domingos António Sequeira, em Março de 1997, a actuação na grande Festa das Colectividades, no Pavilhão Carlos Lopes, em 1996 e em 1999, no Museu Malhôa, nas Caldas da Rainha, no encerramento da exposição evocativa do nascimento do pintor casapiano José Augusto de Sousa, um dos fundadores do Museu, constitui o reconhecimento dum trabalho executado com empenho e o rigor que o seu repertório exige.

Está o Coro Cantapiano sempre pronto a prestar desinteressada colaboração a entidades e organizações cujas iniciativas se enquadrem, como no presente caso, num plano alargado de intervenção cultural.